Curta a nossa página
Teresina
+29°C
06/12 20h55 2017 Você está aqui: Home / A Fazenda Imprimir postagem

Em discurso no parlamento, Tiririca anuncia que deixará a política

Ele disse está triste e "decepcionado" com a política brasileira

O deputado federal Francisco Everaldo Oliveira Sil, o Tiririca (PR-SP) usou a tribuna nesta quarta-feira para anunciar que vai "abandonar a vida pública) e que não disputará as eleições do próximo ano.

Mais matérias

Tiririca foi o parlamentar mais bem votado nas eleições de 2010. "Eu subo nessa tribuna pela primeira vez e pela última vez. Não por morte, mas porque estou abandonando a vida pública", anunciou. E eu tô saindo triste para caramba, muito chateado mesmo", continou Tiririca. 

No decorrer do seu discurso, o parlamentar, que está em seu sétimo ano consecutivo de mandato, disse sentir vergonha da Casa.

"Seria hipócrita se eu não falasse realmente que estou decepcionado. Decepcionado com a política brasileira, decepcionado com muitos de vocês, muitos", afirmou. "Saio totalmente com vergonha. Não são todos, mas eu queria que vocês tivessem um olhar pelo nosso país, pela nossa saúde”.

 

"Vamos esquecer um pouco as brigas, vamos esquecer um pouco o ego. E vamos olhar para o nosso povo. O povo que eu falo é a aquele povo que necessita de saúde e eu tenho certeza que nenhum de vocês passaram por isso. A gente sabe que todos nós ganhamos bem para trabalhar, nem todos trabalham", disse.

A decisão do deputado não foi uma surpresa, visto que nos últimos tempos ele foi claro nas suas posições chegando inclusive a criticar o Congresso Nacional em entrevistas fazendo menções, inclusive, que deixaria a vida pública no próximo ano.

A posição do deputado estava bem clara nos último tempos. Ele chegou a criticar o Congresso Nacional em algumas entrevistas e já tinha mencionado que deixaria a vida pública no ano que vem.Tiririca disse, em seu discurso, que não estava no parlamento para brincar e que sempre votou de acordo com o povo.

"Não fiz muita coisa, mas pelo menos fiz o que eu sou pago para fazer", falou ressaltando que não tem vergonha de andar na rua "como muitos têm, porque para o povo, a política é uma vergonha ".

No final, o deputado fez um último apelo. "todas as minhas duas votações foram mais de um milhão de votos sem falar. Brincando e falando a verdade na brincadeira. Vamos olhar pelo nosso povo e pelo nosso País. Obrigado".

 

VEJA DISCURSO

 


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados