Curta a nossa página
Teresina
+29°C
04/08 05h59 2017 Você está aqui: Home / Urgente meionorte Imprimir postagem

fuga da Casa de Custódia de Teresina custou R$ 50 mil. Entenda;

Presos escaparam no dia 02 de março através de uma falta de vigilância. Investigações descobriram organização criminosa.

Policiais civis descobriram durante a Operação Conexão que uma fuga da Casa de Custódia de Teresina foi facilitada R$ 50 mil. A fuga aconteceu no dia 02 de março, quando presos serraram as grades das celas e escalarem o muro usando uma corda de pano, conhecida como 'teresa'. A partir das investigações sobre esta fuga foi descoberta a organização criminosa que facilitava a entrada de celulares na unidade prisional.

Segundo o delegado Charles Holanda, delegado Charles Holanda, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), a fuga foi o ponto de partida da investigação. “Esses pagamento de R$ 50 mil estava relacionado à fuga e no desenvolvimento conseguimos descobrir toda a organização criminosa”, disse o delegado.

Charles Holanda explicou que o caráter diferente da fuga chamou a atenção dos investigadores. “Foi uma fuga muito atípica com os presos escalando o paredão e fugindo pela passarela onde estariam os policiais”, relatou.

No começo de março a fuga aconteceu por volta de 2h30, quando os presos escaparam por uma área de ampliação da Casa de Custódia. “Eles faziam parte de uma organização que atuava com assaltos a banco em estados como Paraná, Tocantins e parte da região Nordeste”, ressaltou o delegado Charles Holanda. Ele explicou que no decorrer das investigações foi descoberta a participação dos policiais militares e de um ex-detento.

Segundo a investigação cada membro tem sua função definida na organização e lucro de R$ 1.500 por celular. “Cabia ao ex-detento buscar externamente os aparelhos celulares e passar para o policial que encaminhava para os responsáveis internamente por fazer o comércio”, explicou o delegado.


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados