Curta a nossa página
Teresina
+29°C
15/03 17h34 2018 Você está aqui: Home / Urgente Mariano Imprimir postagem

Marido da mulher que morreu carbonizada não resiste os ferimentos e morre em Floriano

Deusdete foi atendido pelo SAMU e encaminhado para o hospital Pedrina Silveira, em estado grave, devido ter perdido muito sangue, por conta dos vários golpes sofridos. De lá foi encaminhado para o Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano.

E na manhã desta quinta-feira (15), o Portal Cidade Luz recebeu a informação que o guadalupense Deusdete Pereira da Silva, de 52 anos, não resistiu os ferimentos em veio a óbito.

O corpo é esperado por familiares e amigos, na rua “G” bairro Cruzeta.

  Entenda o caso

                 Por volta das 23h de quarta-feira, 14, a mulher identificada como Jordânia Soares, 38 anos, residente no bairro Cruzeta, rua “G”, atacou o próprio companheiro, Deusdete Pereira da Silva, 52 anos, com golpes de facão, o mesmo estava dormindo quando foi violentamente atacado.

Deusdete foi atendido pelo SAMU e encaminhado para o hospital Pedrina Silveira, em estado grave, devido ter perdido muito sangue, por conta dos vários golpes sofridos.

ordânia Soares, que a cerca de 19 anos atrás, jogou o seu filho ainda pequeno no lago de Boa Esperança, por conta disso, ela passou vários anos presa devido o crime brutal cometido.

Após sair da prisão, ela passou por tratamento psiquiátrico, e passou a viver com Deusdete Pereira, a união já durava 03 anos, e terminou de forma trágica.

Segundo os vizinhos, o casal de vez enquanto tinham desentendimentos, e ela as vezes, demonstrava está fora de controle.

Populares que estavam no local informaram que antes do incêndio ouviram gritos, e ao chegarem no local, perceberam que Deusdete havia sido jogado para fora de casa pela própria mulher, ele totalmente ensanguentado, com cortes profundos por todo o corpo, parte dos dedos de uma mão foram decepados, e com muita perda de sangue, ele foi conduzido para o hospital da cidade.

Após jogar o companheiro pra fora, os vizinhos acreditam que Jordânia tenha cortado a mangueira do botijão de gás, devido ao barulho que fazia, e tocou fogo, talvez por isso o fogo se espalhou rápido, consumindo a casa toda e queimando ela própria.

Estavam presentes no local uma guarnição do Polícia Militar e Polícia Civil, dando início às primeiras investigações sobre o caso.

Jordânia era irmã de Natália Soares, que foi assassinada com 06 meses de gravidez.

Veja mais notícias sobre Guadalupe, clique em http://portalgazetadopiaui.com


Fonte Portalcidadeluz


Comentários

Atenção! Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
lista mais

Artigos relacionados